Caros leitores, acabamos de fazer uma incrível viagem de uma semana em Marrocos e vou, a partir deste resumo, compartilhar com vocês dando todas as dicas e explicações para que vocês conheçam um pouco desse país exótico, misterioso e fascinante.

Não escolhemos propositalmente o período do Ramadan, mas em nada impactou nossa visita ao país, pelo contrário, além de fazermos tudo o que nos propomos, pudemos entender um pouco como é a rotina das pessoas nesta época.

Nas próximas matérias vocês poderão ler sobre como chegar, moeda marroquina, transporte em Marrocos, transporte e como circular em Marrakech, como dirigir em Marrocos, os táxis e os taxistas, segurança e comportamento em Marrocos, visitando Marrocos durante o Ramadan, o que comprar, gastronomia, onde se hospedar, como lidar com os vendedores dos souks, o que ver em Marrocos, o que ver em Marrakech, o que ver em Essaouira, o óleo de Argan, passeios e excursões e muito mais!

Nossa viagem começou a partir de Dublin e voamos com a Ryanair para Marrakech em um voo de aproximadamente 3h30min.

Optamos por nos hospedar dentro da Medina, que é o coração da cidade e onde você convive com a essência do povo marroquino.

Dividimos nosso período em dois hotéis fantásticos, mas com características diferentes. Nos primeiros dias ficamos no La Sultana e nos outros dias no Angsana Riads Collection. Ambos muito bem localizados na Medina e nos proporcionaram uma experiência fabulosa, fazendo com que os momentos de relaxamento e descanso valorizassem ainda mais nossa viagem.

Tanto o La Sultana como o Angsana têm um SPA que oferece vários tratamentos para um total relaxamento depois de um dia de atividades ou mesmo para começar a maratona de passeios ou de compras pelos souks.

No La Sultana, fizemos um hammam e no Angsana Riads pudemos conhecer um dos famosos e exclusivos tratamentos Angsana.

Nossos dias foram intensos, cheios de aromas, cores, sabores e vivências na Medina. Vimos de perto como funciona a dinâmica do dia a dia dentro de uma Medina, as ruelas, as construções milenares, as mulheres com seus véus cobrindo os cabelos e muitas vezes só expondo os olhos cor de jabuticaba, os homens nas portas do comércio e o vai e vem frenético das motocas que por pouco não passam por cima da gente. Visitamos os pontos turísticos, fizemos passeios de dia inteiro e incursões gastronômicas numa culinária que é uma das minhas favoritas.

Como convidados, conhecemos dois dos melhores restaurantes da cidade. O Salammbo, do Hotel Les Deux Tours, onde não pudemos nos hospedar desta vez, por falta de dias disponíveis e o Le Jardins de La Medina, restaurante do hotel de mesmo nome onde também não nos hospedamos pela mesma razão.

Partindo de Marrakech, fomos ao litoral, na famosa cidade de Essaouira e ao Atlas, onde pudemos conhecer o povo berbere e seu modo de vida nos pontos mais altos e remotos das Montanhas do Atlas.

Conhecemos ainda o Argan – considerado o ouro de Marrocos, seu beneficiamento e seus muitos derivados.

Reserve seu hotel em Marrocos com o Booking, nosso parceiro e onde eu sempre faço nossas reservas.

Acompanhe toda nossa visita em Marrocos, pelo Facebook e também pelo Instagram.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.