Quando decidimos ir para Mendoza, sabíamos que seria uma viagem incrível, pois é um destino super elogiado e muito procurado pelos brasileiros. Entretanto, nossa surpresa foi enorme porque Mendoza vai muito além das melhores expectativas!

As surpresas começam logo na chegada ao aeroporto (Aeroporto Internacional Francisco Gabrielli) que é muito organizado e totalmente remodelado depois de passar por recentes obras.

Com mais de 1.200 vinícolas e uma grande produção de azeite, frutas como pêssego, cereja e ameixa, além de amêndoas e nozes, Mendoza ainda surpreende com cenários belíssimos emoldurados pela Cordilheira dos Andes, pela paisagem árida e semidesértica contrastando com o verde da cidade completamente arborizada (são três árvores por habitante), além de ser uma das mais bem cuidada da Argentina.

As frondosas árvores que proporcionam sombras a toda a cidade são regadas por pequenos canais que funcionam junto a muitas ruas, proporcionando a irrigação necessária. Técnica similar é usada para as vinhas e para o plantio de frutas.

Reserve aqui seu hotel em Mendoza com o Booking.com

Por ser uma região semidesértica, a água só é encontrada nos oasis, onde os rios que descem dos cumes dos Andes derramam suas correntes. E, devido à essa escassez, a água é o principal problema que a região enfrenta, seja para consumo humano, seja para o uso agrícola, industrial ou recreativo.

Com um aumento de 113% em 50 anos, a população mendocina passou de 824 mil para 1.760.ooo habitantes. Portanto, para suprir o abastecimento de água, a província conta com seis reservatórios que guardam a água excedente do degelo andino, que em alguns anos pode ser maior ou menos, dependendo das condições climáticas. Sua maior reserva é o lago de Potrerillos que também funciona como um grande resorte, onde há hotéis, espaços para passar o dia e praticar esportes náuticos que não sejam motorizados.

A água é manejada por comportas de acordo com a necessidade e época do ano.

Não à toa, Mendoza é conhecida por ser a “Terra do Sol e do Bom Vinho”, pois a capital e maior cidade da província de mesmo nome recebe o intenso calor e brilho do astro rei, praticamente, 320 dias por ano. Além disso, a região é o centro viticultor mais importante da América do Sul e um dos mais importantes do mundo, produzindo cerca de dez milhões de hectolitros por ano.

Com precipitações anuais que não costumam ultrapassar os 250mm, é claro, que a água da chuva não é suficiente para abastecer a região e os mendocinos têm plena consciência do uso e do valor da água que, não só, abastece a cidade, mas toda produção de uvas, além de outros plantios.

É graças à combinação desse clima seco e das qualidades do solo árido que castas de uvas como a Malbec adquiriram uma excelência única no mundo! As castas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Tempranillo, Torrontés e Chardonnay também contribuem para que os vinhos da região sejam tão apreciados em todo o mundo.

As visitas às vinícolas; os circuitos no Parque Provincial Aconcágua, a imponência do Cerro Aconcágua com seus 6.962 metros de altura e os esportes de aventura, como rafting, rapel, mountain bike, cavalgadas e escaladas; seus parques, como o General San Martin, que é o maior da cidade com 307 hectares de áreas cultivadas e 17 km de trilha, são as principais atrações de Mendoza.

Entretanto, a cidade, que se dispõe em torno de grandes praças como a Independência, que é a principal, guarda muitas surpresas, como a história de uma das cidades mais antigas (1561) da Argentina e da América do Sul associada ao seu histórico de ressurgimento após ser devastada por um terremoto, em 1861, que aniquilou toda sua arquitetura colonial e 2/3 de sua população.

A gastronomia, sem dúvida, é outro grande atrativo, e, não dá para visitar Mendoza sem considerar um circuito gastronômico, seja nas vinícolas, seja nos restaurantes de alta astronomia do centro da cidade e, por que não almoçar em uma das vinícolas e jantar no centro de Mundoza!!!

E, sobretudo, não esqueceremos os mendocinos! Povo amável, receptivo e muito simpático!!!

Sua Viagem começa aqui! Planeje conosco!!!

Reserve seu hotel em Mendoza com o Booking

Faça seu Seguro Viagem com a Real Seguro Viagem

Alugue seu carro com a Rentalcars

Compre passeios e excursões com Ticketbar

 

Gostou desse artigo? Então leia outras postagens sobre Mendoza.

Siga o Cruzando Mundo no Instagram, no Twitter e curta a nossa fanpage no Facebook

◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊

Ao reservar seu hotel pelos links dos posts, pelos banners do site Booking.com ou clicando aqui, o blog recebe uma pequena comissão, o que nos ajuda a mantê-lo atualizado e você não paga nada mais por isso.

◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.