Nesta matéria você encontra informações práticas para facilitar a organização de sua viagem para Marrocos.

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar no país e ficar por até 90 dias. Necessitam apenas de um passaporte válido por seis meses.

Embaixada do Brasil em Rabat Avenue Al Jacaranda, M-10, Secteur 2, Hay Riad, 10100 Rabat, tel. 212 (0) 537-71-46-63 / 71-46-13 / 71-61-10. Atendimento: seg. a sex., das 9h às 13h. E-mail: ambassadedubresil@menara.ma.

Consulado Honorário em Casablanca Subordinado à Embaixada do Brasil em Rabat. Rue Al Amaouni Brahim, 23, 12001, Casablanca, tel. 212 (0) 522-20-18-98.

Informações Turísticas

Para obter informações turísticas procure os Visitor Information Centres. Eles, normalmente, estão nas principais cidades e pontos turísticos. Os horários de funcionamento não são muito claros ou rigorosos, pode ser que você os encontre fechados.

O melhor é contar com os mapas e encartes dos hotéis. Foi assim que nos orientamos pela cidade, principalmente dentro da Medina.

Fuso Horário

São 3 horas a mais do que no Brasil.

Dinheiro

Moeda: A unidade monetária do Marrocos é o Dirham marroquino (DH), que é divisível em 100 centavos.

Câmbio: Veja o Post

Eletricidade

As tomadas são standaard (dois buracos), ou seja, e a eletricidade é de 220 volts nos edifícios mais novos e 110 nos antigos.

Religião

O islã é a religião oficial de Marrocos, no entanto, coexiste perfeitamente com outras religiões, pois a prática destas religiões é garantida pela Constituição. Todos os dias há cinco rezas.

Durante o mês de Ramadan os marroquinos jejuam e neste período a vida quotidiana  e os horários dos serviços públicos mudam. Entretanto, para os visitantes não muçulmanos nada se altera significativamente, pois o comércio e restaurantes funcionam normalmente. Nós visitamos Marrocos durante o Ramadan e fizemos tudo que faríamos em outra ocasião. Evidentemente deve-se manter o respeito pela prática da religião dos anfitriões. Alguns não muçulmanos chegam a praticar o Ramadan em respeito ao povo muçulmano.

Segurança e Comportamento

De modo geral, Marrocos não é perigoso, mas situações pontuais existem como em qualquer cidade do mundo. Tome algumas precauções e você não terá problemas.

Não é comum situações de violência com turistas e os furtos que acontecem, na maioria das vezes, são porque as pessoas facilitam o trabalho dos bandidos, levando bolsas abertas ou carteiras nos bolsos.

Veja as orientações que vão ajudá-lo a não ter problemas:

  • Fique atento a sua bolsa ou mochila e traga-os sempre junto ao corpo e, de preferência á sua frente;
  • Não ande com joias ou objetos de valor a mostra;
  • São comuns as abordagens para a venda de droga, principalmente no norte do país. Basta dizer que não e seguir em frente;
  • Informe-se no local onde está hospedado sobre os lugares que você irá ou solicite o serviço de um guia;
  • Não peça informação nas ruas e, sobretudo, evite seguir por caminhos indicados por pessoas que você não conhece. Muitas vezes indicam ruas que sabem que farão você se perder para depois pedirem dinheiro para ajudá-lo a encontrar o caminho certo;
  • Na grande maioria das vezes que alguém lhe abordar na rua para lhe ajudar, vai cobrar por isso, seja por uma informação ou lhe conduzir a algum lugar;
  • Se você parecer perdido ou desorientado na rua, esteja certo que será abordado por alguém para lhe ajudar e, certamente, lhe cobrar. Essas abordagens podem ser absurdamente insistentes, seja educado ao dizer não, porém enérgico;
  • Evite viajar sozinho, principalmente se for mulher;
  • Mulheres sozinhas poderão sofrer assédio, mas nada muito grave se for em locais turísticos e de grande movimento. Caso se sinta incomodada ou perseguida, procure pedir ajuda para outras pessoas, família ou em lojas movimentadas;
  • Mulheres desacompanhadas não devem ficar nas ruas após as 22 horas;
  • É de bom tom, mas não obrigatório, que mulheres usem um lenço na cabeça, chamado hijab;
  • Vestir-se adequadamente é importante, sempre de forma conservadora, por respeito à cultura marroquina. Deve-se evitar camisetas sem manga, short, decotes e roupas que acentuem o contorno do corpo;
  • Se visitar o país durante o Ramadan, redobre a atenção ao respeito aos costumes;
  • Evite lugares escuros e afastados;
  • Esconda seu dinheiro e documentos em lugar seguro;
  • Cuidado ao atravessar as ruas, não há sinais e os carros diminuem, mas quase nunca param. Certifique-se de que estejam parados;
  • Nas cidades maiores, nota-se mais a presença de pedintes, mas não se sinta intimidado;
  • Se estiver de carro, em certos locais de estacionamento, aparecem “flanelinhas” que não são legais. Não deixe nada à mostra no carro, nem arrume nada na frente deles. Não se sinta obrigado a dar-lhes dinheiro;
  • Tenha sempre com você cópias de documentos e passaporte e deixe os originais guardados em cofres de hotéis de confiança;
  • Tenha cuidado redobrado em Casablanca e Tanger.

Saúde

  • Não há vacinas específicas para entrar em Marrocos, mas é recomendável ter a vacina de tétano e hepatite A em dia;
  • Cuidado com os condimentos usados em restaurantes de comida rápida;
  • Não beba água que não seja engarrafada;
  • Evite frutas e vegetais lavados em água corrente e dê preferência aos vegetais cozidos e as frutas que podem ser descascar;
  • Cuidado ao comer nas barracas da praça Jemaa El Fna, não há água encanada e os utencílios são lavados sempre na mesma água.
  • Tome precauções básicas contra a malária como usar roupa clara e repelente de insetos.
Clima

Apesar de não ser um país tão grande, Marrocos tem variações significativas de temperatura. Enquanto na costa, próximo ao mar, tem um clima fresco, no deserto faz um calor sufocante. Tudo devido à topografia do país.

Na costa norte, o clima típico dos países mediterrâneos tem verões quentes e úmidos, e invernos com chuvas moderadas. A costa oeste sofre a influência do Oceano Atlântico, que faz com que o verão seja mais temperado e o inverno mais úmido.

Portanto, é importante saber para qual região vai viajar e assim saberá o clima que encontrará. O item “Melhor época para ir” esclarece a questão climática do Marrocos que é um pouco complexa!

Língua

As línguas nacionais são o árabe, numa variação marroquina, e o berbere, entretanto, o francês, língua oficial durante o período de colonização, é falado pela maioria dos marroquinos.

O inglês não é muito utilizado, porém nos mercados você não terá dificuldade para se comunicar em inglês. Leia mais sobre idioma em passeios e excursões.

É apropriado que se decore algumas palavras para melhor se situar e ser simpático com os seus anfitriões. Não se esqueça de que em árabe “kh” se pronuncia “rr”. Veja alguns exemplos:

Sebah el-Kheir (bom dia)

Choukran (obrigado)

Assalamu alikum (Que a paz esteja convosco)

Inch-Allah (Oxalá, se Deus quiser)

La (não)

Naam (sim)

Muezzin (chamamento para a oração em forma de cânticos)

Bab (porta)

Medina (cidade antiga)

Djellaba (uma espécie de túnica, com capuz)

Souks (mercados ao ar livre)

Comunicação

Telefone

No centro das cidades há telefones públicos, mas os telekiosques são também bastante usados. O prefixo internacional é +212, porém o preço das chamadas é relativamente caro. As cabines telefônicas funcionam com moedas ou cartões vendidos nos correios.

Chip ou SIM card pode ser comprado nos bazares a 20 Dh com recarga de 20 Dh, mas só são interessantes para ligações locais, pois DDI para o Brasil custa 10 Dh/min à noite.

Em algumas ligações locais é preciso usar o prefixo 00212.

Como telefonar do Brasil para o Marrocos: 00+212+cód. da cidade+número do telefone.

Agadir………………..8

Casablanca………….2

Fés……………………..5

Marrakech…………..4

Meknes……………….5

Rabat…………………..7

Tanger…………………9

Marrocos direto ……002 110 351

Como telefonar do Marrocos para o Brasil: 00+55+0+cód. da operadora+cód. da cidade (sem o “0”)+número do telefone. Para fazer ligações a cobrar é melhor solicitar no hotel.

Números úteis:

Polícia: 19

Bombeiros: 15

Serviço de Emergência das Auto-estradas: 177

Informação: 160

Informação Internacional: 120

Telegramas e telefones: 140

Intercidades: 100.

Correio

O serviço postal é normalmente confiável. Para receber correspondências, você vai precisar de identificação, de preferência o passaporte.

Internet

O sinal Wi-Fi de internet dos hotéis nem sempre é de boa qualidade e em muitos casos está limitado às áreas próximas à recepção. A Internet está disponível em vários restaurantes, cafés, além de diversos cyber cafés, que ficam abertos até tarde. Normalmente, situam-se próximos dos telekiosques. Nós não tivemos nenhuma dificuldade em acessar a internet nos hotéis em que ficamos e nos bares e restaurantes que fomos, com exceção do terraço do Café Glacier, na Praça Jemaa el Fna, que não tem internet.

Melhor época para ir

As estações coincidem com as da Europa, portanto, teoricamente o verão é de junho a setembro e o inverno de dezembro a março.

Se for viajar para qualquer cidade que não seja costeira, evite o verão, principalmente o mês de agosto, quando as temperaturas são muito elevadas. E não se iluda, porque dezembro não é sempre frio!

As épocas mais adequadas, se você não quiser pegar um calor sufocante, é de março a início de junho e de setembro a princípio de dezembro.

Você pode andar a fazer compras de natal nos souks de Marrakech de mangas curtas, durante o dia, porque a temperatura costuma ser, em média, de 22 Cº no início de Dezembro. Entretanto, à noite saia com o casaco.

Os ventos secos e escaldantes chamados Chergui e Arifi, que vêm do Sahara, tornam o clima mais sufocante nas cidades do sul do Marrocos.

Se a viagem se estender para as montanhas do Atlas, observe que no verão sempre estará muito quente com temperaturas altas e ventos sufocantes e fortes, mas no inverno e principalmente se a ideia for de fazer escalada, deverá levar roupas apropriadas para protegê-lo do frio, sobretudo nos pontos elevados. Perto do topo do Atlas as temperaturas serão negativas, por isso vá preparado.

Marrakech, por exemplo, tem temperatura média de 38 Cº no verão e na primavera de 21 Cº. Quando o sol se põe, em ambas as estações, a temperatura pode cair, requerendo um casaco.

Veja alguns exemplos de temperaturas médias anuais nas principais cidades marroquinas:

Rabat – 22Cº

Agadir – 23Cº

Casablanca – 21Cº

Fez – 19Cº

Tânger – 19Cº

Compre aqui seus ingressos para conhecer as principais atrações de Marrakech e arredores.

Leia tudo sobre Marrocos e nos acompanhe também pelo Facebook e pelo Instagram.

Reserve seu hotel em Marrocos com o Booking.com, nosso parceiro e onde nós sempre fazemos nossas reservas. Você não paga nada a mais por isso e o blog ganha uma pequena comissão do Booking. Você reserva uma ótima hospedagem com preço bacana e ainda contribui com a manutenção do blog.

Seguro viagem brasil 728x90

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.