Tivemos a oportunidade de visitar a belíssima Estocolmo e conhecer a maior parte de suas atrações, apesar do rigor do inverno de fevereiro. No post “Estocolmo é ótima no verão e fantástica no inveno”  você pode ver como aproveitar o melhor da cidade em cada estação e aqui coloco todos os atrativos para você organizar sua visita. Para aproveitar os encantos da capital da Suécia, o ideal é permanecer, pelo menos, quatro dias.

Gamla Stan

Localizada na pequena ilha de Stadsholmen, bem no centro da capital sueca, Gamla Stan é o núcleo histórico, ou melhor, a cidade medieval onde Estocolmo foi fundada em 1252. Com ruas estreitas e ladeiras de paralelepípedo, belos e coloridos prédios medievais e a maioria dos principais atrativos da cidade como o Palácio Real (Kungliga Slottet), a Catedral de San Nicolás (Storkyrkan), o Parlamento (Riksdagshuset), a Praça Stortorget, o Museu Nobel, vários monumentos, bem como uma infinidade de lojas de souvenirs, restaurantes e cafés, Gamla Stan merece várias visitas para que você possa descobrir e explora-la. Conhecendo Gamla Stan.

Skansen

Este é um passeio imperdível tanto no inverno como no verão, pois como a própria Estocolmo, o Skansen se transforma, com paisagens totalmente diferentes nas duas épocas do ano. Trata-se do primeiro museu a céu aberto do mundo! Ele está instalado na ilha de Djurgården, com uma área de 300.000 m² e nele é possível conhecer como vivia a população rural até o século XIX. São mais de uma centena de construções originais que foram trazidas desmontadas de diversas partes do país e remontadas no local. Para dar total realidade ao lugar, os funcionários se vestem com roupas de época e até uma padaria fabrica pães como antigamente. Outra atração interessantíssima, é a área onde ficam os animais nórdicos como as famosas renas, alces, bisões, raposas, lobos, focas, ursos entre outros. Os animais que hibernam só se mostram no verão. Conhecendo Skansen no inverno.

Mesmo no inverno, separe um dia para visitar o Skansen, que está incluído no Stockolm Card.

Stadhuis

Prefeitura de Estocolmo é um prédio imponente que chama atenção de vários pontos do arquipélago com suas três coroas no topo da torre. Construído com tijolos vermelhos aparentes entre 1911 e 1923, este é o local onde acontece a premiação e comemorações do prestigiado Prêmio Nobel (menos o Prêmio Nobel da Paz, que é entregue em Oslo, na Noruega). O tour em seu interior mostra o Salão Azul, onde ocorre o banquete da noite de premiação e onde se encontra o maior órgão da Europa, com 10.000 tubos; a Sala do Conselho Municipal, onde tem um belo teto inspirado na época dos vikings; o Arco dos Cem e o fabuloso Salão Dourado, decorado com 18 milhões de mosaicos de vidro e ouro, onde acontece o baile após o banquete da premiação. Subindo até o alto da torre de 106 metros se tem uma impressionante vista panorâmica de Estocolmo. Reserve um tempo para passear pelo jardim ao lado do lago Mälaren, e apreciar a vista de Gamla Stan.

Atração incluída no Stockholm Card.

Vasa Musset

O Vasa Musset é um museu histórico e temático que abriga o Vasa, o navio de guerra, que deveria ter sido uma força imbatível da marinha de guerra sueca do século XVII, mas que vergonhosamente afundou ao deixar o porto em sua primeira viagem. O navio fica em exposição permanente no museu construído especialmente para abrigá-lo. O Vasa permaneceu no fundo do mar por mais de 300 anos e ao descobriram que o navio estava em perfeito estado, ele foi resgatado através de um processo minucioso e colocado em seu novo endereço permanente. Esta é outra visita imperdível, pois o navio, todo esculpido em madeira, é belíssimo e impressionante. Objetos recolhidos de seu interior e um filme contam sua história e como repercutiu seu afundamento na época. Conhecendo o Vasa Musset.

O Vasa Museet faz parte do Stockholm Card.

Kungliga Slottet

O espetacular Palácio Real (Kungliga Slottet), residência oficial da família real e local das recepções oficiais está localizado na ilha de Stadsholmen em Gamla Stan. A construção atual que tem 600 cômodos foi construída sobre uma antiga fortaleza do século XIII que tinha como função proteger o Lago Mälaren. Algumas partes do Palácio são abertas a visitação como os “apartamentos reais” que são usados para recepções oficiais; o salão das joias da coroa; a capela real e o Royal Armoury, um museu de armas, armaduras, carruagens, roupas e objetos da família real. Os ambiente têm horários diferentes para visitação. A “troca de guarda” é um belo espetáculo, principalmente no verão.

A visitação a todas as áreas do Palácio estão incluídas no Stockholm Card.

Historikas

O Historikas é um museu de história interessante, principalmente pelas exposições sobre os Vikings, que inclui o esqueleto da “menina de Birka”, um mistério para os arqueologistas suecos e pela Sala de Ouro (Guldrummet) com uma impressionante coleção de joias em ouro de período anterior aos Vikings. Durante o verão tem programação especial ao ar livre para crianças.

Também está incluído no Stockholm Card.

Söldermalm

Södermalm é uma ilha ao sul de Gamla Stan e foi um antigo bairro operário de Estocolmo. Totalmente revitalizado e atualmente um point da cidade, cheio de restaurantes, cafés, lojas e muita gente nas ruas, principalmente durante o verão.

Passeios de barco

O arquipélago que forma Estocolmo tem aproximadamente 30 mil ilhas de beleza impressionante e são diversas opções passeios, com várias empresas, pelas ilhas do arquipélago durante o verão. No inverno as opções são reduzidas e dependendo do clima não são realizados. Nós fizemos o passeio no inverno e foi o máximo! Ótimas opções de passeio no verão são: o Cruzeiro das 1.000 ilhas, o Royal Canal Tour, o Drottningholm Palace (residência da família real) e o Birka the Viking City, a ilha viking mais importante.

Birka

Na ilha de Birka ficava a mais importante cidade viking da Suécia, patrimônio da UNESCO e um tesouro arqueológico que está, em grande parte, ainda enterrado. Durante o verão vários eventos acontecem na ilha, onde a história dos vikings é contada.

Drottningholm

O Palácio de Drottningholm, construído no final do século XVI, na ilha de Lovön, é uma residência particular da Família Real Sueca. Uma parte pequena do palácio é aberta a visitação, mas os jardins merecem uma visita com calma, pois são lindíssimos com inspiração nos jardins franceses. Um passeio de barco faz o trajeto, em uma hora, até Drottningholm, mas atente para o horário do último barco para retornar.

A visita faz parte do Stockholm Card.

Junibacken

Este parque infantil e temático, localizado na ilha de Djurgarden, é inspirado nas histórias da escritora Astrid Lindgren, criadora da famosa Pippi Longstocking, uma das personagens mais famosas da Suécia. O Junibacken funciona o ano todo e é um parque indoors, podendo ser aproveitado em qualquer época. Não se trata de uma atração imperdível, mas a criançada deve gostar.

Está incluído no Stockholm Card.

 

Djurgarden

Uma ilha repleta de atrações: O Skansen; o Junibacken; o Vasamuseet; o Nordiska Museet, museu dedicado à cultura sueca; o Royal National City Park, primeiro parque urbano nacional do mundo e um pulmão verde na cidade; o parque de diversões Grona Lund (na foto) e o Skansen Aquarium. Independente de visitar as atrações, vale um passeio pela ilha.

Todos incluídos no Stockholm Card.

Östermalms Saluhall

Östermalms Saluhall é um mercado municipal bem bacana com comidas fresquíssimas e bens restaurantes. Funciona de segunda a quinta das 9:30 às 18:00; sexta das 9:30 às 19:00 e sábado das 9:30 às 16:00.

Sky View (Ericsson Globe)

A Ericsson Globe ou Globen, como é conhecido pelos suecos é uma arena para esportes e eventos na forma de bola de golfe gigante que domina o horizonte, na parte sul de Estocolmo. O edifício, cuja importância ultrapassa sua função tornou-se um marco urbano desde a sua inauguração, em 1989. Um dos espera que invade qualquer um que admira o Globen é imaginar o que seria capaz de ver a cidade do alto. A SkyView é uma atração de onde se pode ver parte de Estocolmo do alto, que se resume a duas esferas “gôndolas” atrelada a um trilho na parte externa do Globen. As esferas sobem alternadamente a cada 10 minutos e o trajeto de subida e descida dura cerca de 30 minutos. A vista não chega a empolgar e a atração não está incluída no Stockholm Card.

Modern Musset

Museu de arte moderna localizado na ilha de Skeppsholmen com uma coleção permanente incluindo obras de Picasso, Dali, Matisse entre outros mestres conhecidos. Tem sempre várias exposições temporárias. O Modern Musset tem uma loja com ótimos livros e restaurante.

Incluído no Stockholm Card.

Estações de metro

Nada se compara às 90 estações de metro da cidade de Estocolmo. São tão importantes que, juntas, compõem a maior exposição de arte do mundo, com 110 km de extensão. O projeto de transformá-las nas obras de arte que são teve início na década de 50.

Passeios de um dia:

Visby – Ilha Gotland

A maior cidade da ilha de Gotland é palco para reviver, todos os anos, o período em que Suécia era reino dos vikings, através de espetáculos de dança, música e lutas. Há mais ou menos mil anos, quando era a cidade mais poderosa do norte da Europa, Visby ficou famosa, também, pelas muitas igrejas lá construídas e a maior é a Igreja de Santa Catarina. A cidade conseguiu manter preservadas suas construções medievais, ficando conhecida como a cidade das muralhas. Em Visby está a construção militar mais antiga de toda a Escandinávia. Uma torre de aproximadamente mil anos que funcionava como depósito de munições. Hoje, a torre é uma das grandes atrações da ilha. Por tudo isso, a cidade é um patrimônio da humanidade.

A ilha é um dos destinos turísticos favoritos dos suecos durante o verão devido à natureza extraordinária, as festas tradicionais e sua rica comunidade de artistas e artesãos. São quilômetros de praias desertas que convidam a longas caminhadas e passeios a cavalo.

Ilha Faro

Vizinha à ilha de Gotland, a ilha de Faro, a mais famosa de toda a Suécia, tem formações de pedra calcárias que impressionam. As pedras foram ganhando forma com as ondas do Mar Báltico e, com o tempo, se tornaram verdadeiras esculturas. Faro ficou conhecida por ter sido cenário de inúmeros filmes do maior cineasta sueco de todos os tempos: Ingmar Bergman, que viveu e morreu na ilha. A casa onde o cineasta morou é atualmente uma fundação.

Como ir de Estocolmo para a ilha de Gotland

De avião

De Estocolmo ao aeroporto de Visby  são 40 minutos e até o de Gotemburgo, 1 hora.

De ferry

Alguns cruzeiros saindo de Estocolmo param em Visby durante algumas horas. Ferries para Gotland saem regularmente de dois lugares próximos de Estocolmo: Nynäshamn, ao sul de Estocolmo e Oskrshamn, mais ao sul ainda. Para ir de de Estocolmo até Nynäshamn, pegue o ônibus Flygbussarna que tem horários especiais para o ferry (sai de Cityterminalem, a estação de Estocolmo 1h45min antes do ferry). A passagem pode ser comprada no ônibus, mas é mais barato comprar antecipadamente junto com o ticket do ferry no site Destination Gotland ou nas máquinas da estação rodoviária. O ônibus deixa no porto de Nynäshamn. O bilhete do ferry tem que ser reservado com antecedência e, no porto deve-se fazer o check in para embarcar. Há diversos tipos de assento e os preços também se diferenciam. A viagem dura 3h15min.

Estocolmo a Nynäshamn (50 minutos de ônibus).

Nynäshamn a Visby (3h15min de ferry).

Onde ficar em Visby

Na cidade há vários tipos de alojamento que você pode ver aqui.

 

Não viaje sem seguro!!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.