É impossível caminhar por Puerto Madero e não reparar no maravilhoso contraste arquitetônico com o surgimento das “Torres de Puerto Madero”.

Prédios residenciais e comerciais, na maioria envidraçados e com designer ultramoderno, fazendo um contra ponto de estética perfeito com a arquitetura tipicamente Inglesa dos antigos e preservados armazéns, com tijolos à vista e sem pintura, uma vez que o porto havia sido projetado com as mesmas características do porto de Londres.

A revitalização de Puerto Madero abrangeu não só a recuperação das obsoletas e depreciadas instalações portuárias, destinando-as para atividades culturais, recreativas e de lazer, mas também a ocupação de uma grande área de terrenos em seu entorno com baixo valor comercial. A partir da recuperação da área portuária, esses terrenos tiveram grande valoração e foram ocupados por grandes projetos corporativos. A região se transformou no principal complexo residencial, gastronômico, turístico e comercial de Buenos Aires, sendo também a de maior valor imobiliário.

Comandado pela Corporação Antigo Puerto Madero S.A., integrada por autoridades dos governos nacional e da capital argentina, o projeto de revitalização nasceu em novembro de 1989, quando foi assinado um convênio entre a Casa Rosada e o governo da cidade de Buenos Aires para transferir o controle de 170 hectares que o governo nacional tinha na região portuária, peça fundamental do plano.

O governo da cidade de Buenos Aires sob a orientação do conselho da cidade de Barcelona iniciou os estudo do plano de revitalização e urbanização, e para isso realizou, no ano 1991, um concurso nacional de ideias, a partir do qual surgiu o “Plano Maestro” para o desenvolvimento da área Puerto Madero.

Após mais de uma década e meia de obras e inaugurações, Puerto Madero é símbolo de uma Buenos Aires em pleno processo de crescimento e modernização. O bairro é habitado por argentinos e estrangeiros que buscam apartamentos de luxo, segurança e localização privilegiada, já que Puerto Madero está a poucos metros do Centro da cidade.

É um dos projetos de renovação urbana mais bem sucedidos do mundo, feito em menos de duas décadas. Abriga alguns dos maiores arranha céus argentinos, além de diversos monumentos: El Mirador de Puerto Madero Towers, Towers Renoir, El Faro Towers, Torre de Chateau Puerto Madero, Torres Mulieris, Repsol YPF e Conrad Buenos Aires Hotel & Resort.

O aumento dos preços dos imóveis têm gerado interesses dos investidores estrangeiros, o que torna Madero o bairro mais caro e exclusivo da cidade. É uma área muito visitada por turistas.

Possui três hotéis cinco estrelas: o  Hilton Buenos Aires, o Faena Hotel e o Sofitel Madero e, há também duas extensas áreas verdes dedicadas ao lazer, o Parque Natural Costanera Sur e a Reserva Ecológica.

Saiba mais sobre Puerto Madero lendo “Um passeio em Puerto Madero” e “O que ver e fazer em cada dique de Puerto Madero“.

Reserve seu hotel em Buenos Aires com o Booking, nosso parceiro e onde eu sempre faço nossas reservas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.