Acabamos de voltar de Búzios onde passamos um final de semana de intensa e prazerosa maratona gastronômica. Pudemos comprovar o enorme sucesso do evento que é realizado pela Prefeitura de Búzios, por meio da Secretaria de Turismo e organizado pelo jornalista Gil Castelo Branco.

Mais uma vez agradecemos o convite de um grande parceiro, o Búzios Convention & Visitors Bureau, que por meio de seu diretor executivo, Sr. Cristiano Marques, gentilmente nos convidou para o evento.

Agradecemos, também, a cervejaria Vila St. Gallen que nos presenteou com um kit de suas cervejas.

O formato do evento é único, onde os chefes servem suas criações a seus convidados em tendas ou mesas cuidadosamente arrumadas na rua, em frente ao estabelecimento, transformando os circuitos gastronômicos da cidade em uma grande festa gastronômica ao ar livre.

O evento, que se tornou uma referência no calendário buziano vem crescendo a cada ano e nos quatro dias em que é realizado movimenta o balneário como se fosse pleno verão.

Não me lembro de ter visto a cidade tão cheia, principalmente no circuito Rua das Pedras, Orla Bardot e Rua Manoel Turíbio de Farias, no centro, onde circulamos degustando pratos fantásticos da gastronomia buziana durante os dois primeiros dias do festival, 18 e 19 de julho.

Como ficamos hospedados em um excelente hotel na Orla Bardot, o Atlântico Búzios Resort, não pegamos o carro para nos deslocarmos e ficamos os dois dias circulando pelo nosso circuito favorito.

Uma verdadeira tentação para os sentidos!

Restaurantes lado a lado, cada qual com seu chef na rua preparando sua criação para o deleite de quem passava. Difícil foi a tarefa de escolher qual prato experimentar quando todos pareciam deliciosos e nos aguçava o desejo de provar pelo aroma e pela aparência.

Alguns restaurantes já consagrados na gastronomia local mostraram novidades de sua culinária e outros tiveram a oportunidade de se apresentar aos convidados através de sabores e apresentação atraentes.

Os pratos têm preços fixos para degustação, sendo R$15,00 os pratos principais e R$10,00 as entradas e sobremesas. As bebidas variam entre R$10,00 e R$15,00.

Aqui alguns destaques do festival que continua nos dias 25 e 26 de julho, mas não deixe de ver, no site do oficial do evento, os restaurantes e seus respectivos pratos participantes.

O Buda Beach, restaurante especializado na culinária internacional e nacional preparou para o festival uma “Paella Valenciana” de cair o queixo! Prato espanhol feito com frutos do mar e frango.

Outro clássico buziano na especialidade de carnes, o Estância Don Juan, trouxe um “Assado Porteño”, um mix com os melhores cortes argentinos e uruguaios.

Um grande destaque, em minha opinião, foi o “Coquilles de Saint Jacques”, do Libertas Café, que é especializado em aperitivos e sanduíches. Prato tradicional da culinária francesa a base de vieiras e camarões com um toque brasileiro no creme de pupunha. Tudo gratinado em conchinhas naturais. Uma verdadeira delícia!!!

O Mix Drinks, meu favorito para drinks, agora é também especializado em culinária mexicana e trouxe para o festival um “Risoto Mexicano de Camarão” acompanhado pelas tradicionais marguaritas. O toque original fica por conta do palmito acrescentado ao risoto dando um ar de brasilidade ao prato. Fantástico!

O Noi arrazou trazendo um “Ragu de Cordeiro com Polenta Cremosa”, onde o pernil de cordeiro desfiado é refogado no azeite com alho e cebola e colocado sobre uma cama de polenta cremosa. O detalhe fica por conta da redução de vinho tinto sobre o prato.

Outro prato que me impressionou foi o “Saint-Pierre à Moda Oriental” do Pátio Havana. Especializado em frutos do mar, o restaurante que está na minha top list trouxe um filé de Tilápia grelhado em crosta de castanha e ervas servido sobre legumes orientais e teriyaki de tamarindo.

No quesito criatividade não posso deixar de destacar o Salt, restaurante de culinária contemporânea, com seu “Curry Diferente de Salmão”. Um curry amarelo de salmão, lichia, tomate cereja mini milho e nirá acompanhado de farofinha de panko e arroz de jasmim.

O San Telmo, casa de churrasco, também fez bonito com seu “Assado de Tira”. Carnes angus prime argentina e timo assados com salada de rúcula, tomates confitados e parmesão para acompanhar. Um show!!!

O “Espeto do Mar de Búzios” do Satyricon deixou a desejar em criatividade e sabor. Em se tratando de um restaurante tradicional e caro, eu esperava um prato mais elaborado e saboroso. Mas, para o final da noite, vale prestigiar!

O Taverne 67, especializado em frutos do mar, tem uma “Moqueca de Lagostin” preparada em dendê e leite de coco que é um arraso!

Destaque também para o “Polpetini di Frutos al Mare” do BZ, especializado em frutos do mar. O nhoque de batata doce com polpetini de frutos do mar e molho pomodoro é ideal para encerrar sua noite de orgia gastronômica.

Um diferencial é o “Pastel de Choco” do Chilenazo, restaurante chileno. O prato é composto por uma base de pino, que é uma mistura de carne, frango e cebola e, em cima uma massa feita com milho, leite e açúcar. Tudo gratinado!

O “Risoto Mediterrâneo” do Chuly Bar, especializado em carnes, aparece como uma inovação. Arroz arbóreo, camarões médios, ervilhas frescas, pimentão vermelho, banana da terra frita, rúcula e açafrão.

A cozinha africana está presente em pratos assinados pelas filhas dos pescadores representando a uma das culinárias que influenciaram a gastronomia através do quilombolas.

Para que curte uma ostra ao natural só com um limãozinho, também tem. Uma cidade pesqueira por natureza não poderia deixar de ter sua classe de pescadores representada no evento.

Dois dias e duas sobremesas, acho que vou ter que voltar no próximo final de semana para experimentar as outras…

O Chez Michou, o clássico dos crepes, trouxe o “After Eight”, um delicioso crepe de chocolate com sorvete de menta e granulado de chocolate. Não dá para resistir!!!

Outro grande destaque fica por conta do “Brasileirinho”, um sabayon de chocolate brasileiro e sorvete de café de Minas Gerais com profiteroles crocante de tapioca, servido pelo francês Cigalon. Imperdível!!!

O Festival Gastronômico foi aberto oficialmente, no sábado dia 19, em um fabuloso almoço oferecido pelo Costa do Sol Boutique Hotel, mas sobre este evento leia aqui.

Leia tudo sobre Búzios e siga-nos também no Facebook e no Instagram.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.