St. Patrick’s Day é a festa anual comemorada no dia 17 de março que celebra São Patrício, missionário cristão, padroeiro da Irlanda e considerado o fundador da Igreja Católica no país.

St. Patrick (São Patrício), padroeiro da Irlanda

St. Patrick (São Patrício), padroeiro da Irlanda

A comemoração que surgiu oficialmente no início do século XVII e tornou-se progressivamente uma celebração da cultura irlandesa, é considerada uma das maiores festas do país, tanto que o dia virou feriado nacional. Com exceção de restaurantes e pubs, quase todo o comércio do país fecha as portas para dar espaço às comemorações e aos desfiles de rua.

No passado, o Dia de São Patrício era apenas uma celebração da cerveja e tornou-se um feriado público no ano de 1903. A primeira manifestação ocorreu em Dublin, em 1931.

O dia de St. Patrick foi finalmente colocado no calendário litúrgico da Igreja Católica no início dos anos 1600, tornando-se assim, um dia santo de preceitos para os católicos na Irlanda. O dia é geralmente caracterizado pela presença de cultos da igreja, além dos festejos nas ruas.

St. Patrick’s day é feriado na República da Irlanda, Irlanda do Norte, Terra Nova e Labrador e em Montserrat. É também amplamente comemorado pelos irlandeses na Grã-Bretanha, Canadá, Estados Unidos, Argentina, Austrália e Nova Zelândia, entre outros lugares. Hoje, Dia de São Patrício é provavelmente o dia santo mais comemorado no mundo e muitos países iluminam monumentos em homenagem a St. Patrick e aos irlandeses!

O primeiro “Saint Patrick’s Festival” foi realizado no dia 17 de Março de 1996. Em 1997, tornou-se um evento de três dias, e em 2000 foi um evento de quatro dias. Em 2006, o festival durou cinco dias. Atualmente, o festival dura seis dias.

Para quem quer conhecer a festa e se sentir como um verdadeiro irlandês, o melhor lugar para estar é em Dublin, capital irlandesa.

Nenhuma outra cidade fica tão enfeitada e com tanta gente pelas ruas. A cidade fica colorida com as cores do país (verde, branco e laranja) e tomada por pessoas vindas de toda a Irlanda e de outros países da Europa. As pessoas se vestem e se enfeitam com adereços na cor verde, usam enormes chapéus de Leprechaun e pintam trevos no rosto.

O ponto alto das comemorações é a parada que sai da Parnell Square no lado norte da cidade; passa pela O’Connell Street, a principal rua da cidade; depois pelo Spire of Dublin; atravessa o Rio Liffey seguindo até Trinity College antes de se dirigir para a histórica Dame Street até terminar na Catedral de São Patrício. Em 17 de março de cada ano, uma multidão de mais de meio milhão de pessoas se aglomeram nas ruas para ver milhares de dançarinos, bandas, músicos e outros artistas, bem como carros alegóricos num desfile de todas as cores. Veja a programação da parada de 2016 clicando aqui.

E como um dia é muito pouco para tanta festa, a programação do Festival de São Patrício se estende por seis dias e é embalado com muitos outros eventos, incluindo teatro de rua, músicas tradicionais e contemporâneas irlandesa, dança, comédia, filme, uma caça ao tesouro, eventos em gaélico (a língua irlandesa), e todos os tipos de espetáculos para diversão em família.

Durante todo o dia os pubs ficam lotados e o consumo de cerveja e whisky irlandês segue pela noite a dentro. O resultado deste exagero é o lado negativo da festa, com muitas pessoas embriagadas, arruaças pelas ruas, garrafas e copos por toda cidade e vômitos pelas calçadas. Por conta de todos os excessos cometidos, principalmente por turistas, muitos moradores nem saem às ruas no dia 17 de março, principalmente à noite.  No dia 18, as marcas dos excessos com bebidas são evidentes por toda parte.

Mais de 10 quilômetros de barris de cerveja são usados no St. Patricks Day em Dublin (fonte: thejornal.ie). Super comum ver alguns dias antes os pubs se abastecendo de barris de cerveja (especialmente de Guinness) numa quantidade assustadora, principalmente em Temple Bar.

Mais de 10 quilômetros de barris de cerveja são usados no St. Patricks Day em Dublin (fonte: thejornal.ie). Super comum ver alguns dias antes os pubs se abastecendo de barris de cerveja (especialmente de Guinness) numa quantidade assustadora, principalmente em Temple Bar.

Ao exemplo de Dublin, muitas outras cidades, vilas e aldeias da Ilha fazem seus próprios desfiles e festivais, incluindo Cork, Derry, Galway, Kilkenny, Limerick, Waterford e Belfast. As maiores celebrações fora de Dublin estão em Downpatrick, County Down, onde é creditado estar enterrado o santo padroeiro.

Apesar de não ser muito conhecida por aqui, a festa, a cada ano, avança por mais fronteiras e é comemorada em diversas cidades do mundo, inclusive nas capitais brasileiras!

E aí, ficou animado?

Em 2011 conheci de perto a festa e posso dizer que Dublin é o melhor lugar para se passar o St. Patrick Days.

Conheça um pouco da história de São Patrício e dos símbolos da Irlanda aqui.

Aproveite as promoções da KLM e comemore St. Patrick’s Day na Irlanda!

2 Responses

  1. Glenda

    Olá! Vc teria dicas de opções mais em conta para hospedagem na época de St. patricks day? Os hostels já estão todos lotados. =/
    Estou indo agora em 2017.
    Desde já, obrigada!

    Responder
    • Katia Braga
      Katia Braga

      Olá Glenda,

      Esta é uma ocasião em que as reservas são feitas com a maior antecedência possível. Pode-se dizer que é a maior festa irlandesa e o país recebe turistas de toda a Europa. Os hotéis que ainda têm disponibilidade estão cobrando diárias acima de 600 reais, podendo chegar a 2 ou 5 mil. Minha dica é que você entre em contato com a comunidade brasileira de lá – que é enorme – pelas redes sociais e tente uma vaga em algum apartamento. Através do Airbnb você também pode conseguir uma hospedagem.
      Te desejo boa sorte e que você curta o St Patrick’s Day!

      Responder

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.