Schengen é uma pequena cidade localizada no sudeste de Luxemburgo. Nesta cidade, no dia 14 de junho de 1985, foi assinado o Acordo de Schengen, a bordo do navio Princesse Marie Astrid, no rio Mosela.

O Acordo de Schengen é uma convenção entre países europeus, sobre uma política de abertura das fronteiras e livre circulação de pessoas, entre os países signatários.

Mais de 30 países assinaram o Tratado de Schengen e a área criada em decorrência deste acordo é conhecida como Espaço Schengen. Este não deve ser confundido com a União Europeia, são acordos diferentes ambos envolvendo países da Europa. Atualmente 26 países compõe o Espaço Schengen.

Fazem parte do espaço sem fronteiras Schengen os seguintes países:
Áustria Hungria Noruega
Bélgica Islândia Polônia
República Checa Itália Portugal
Dinamarca Letônia Eslováquia
Estônia Liechtenstein Eslovênia
Finlândia Lituânia Espanha
França Luxemburgo Suécia
Alemanha Malta Suíça
Grécia Países Baixos  

Com o intuito de facilitar o turismo e controlar a imigração, ficou estabelecida a obrigatoriedade de que os turistas que visitarem os países que assinaram o acordo comprovem a contratação de um seguro viagem com valor mínimo de 30.000 euros, para garantir assistência médica por doença ou acidente.

A cobertura do seguro deve ser válida dentro do Espaço Schengen e durante todo o período da viagem, além de cobrir quaisquer despesas eventualmente decorrentes de um repatriamento por razões médicas, de assistência médica urgente e/ou tratamento hospitalar de emergência ou morte.

Os cidadãos europeus não precisam apresentar um documento nacional de identificação ou o passaporte para atravessar a fronteira entre países do espaço Schengen. No entanto, são aconselhados a ter sempre com eles o passaporte ou outro documento que comprove a sua identidade para o caso de serem interpelados pela polícia, viajar em de avião etc.

Os países da UE que pertencem ao Espaço Schengen podem adotar regras nacionais que obriguem os cidadãos a ter sempre com eles documentos de identificação enquanto permanecerem no respectivo território. A carta de condução e os cartões do banco ou de identificação fiscal não são considerados documentos de identificação ou de viagem válidos.

Para viajantes que parte ou têm como destino países tal como Bulgária, Chipre, Croácia, Irlanda, Reino Unido ou Romênia continuam a ser obrigados a apresentar o passaporte ou um bilhete de identidade/cartão cidadão válidos. Embora façam parte da UE, estes países não pertencem ao Espaço Schengen.

Os cidadãos que pretendam visitar um país da UE que não pertence ao Espaço Schengen, devem certificar-se antes da partida de que têm os documentos necessários para a viagem.

Você pode economizar na contratação do seguro para a Europa através do seu cartão de crédito.

Os cartões de bandeiras mais conhecidas (America ExpressVisaMastercard) oferecem o Certificado Schengen sem cobrar a mais por isso.

Entre em contato com sua operadora e solicitar a emissão, mas tenha atenção, pois cada uma tem suas próprias regras. Algumas exigem que a passagem tenha sido comprada através do cartão de crédito.

Reserve seu hotel com a gente!!!

Temos uma parceria com o Booking.com e reservando através do blog você ajuda a mantê-lo, pois ganhamos uma pequena comissão e você conta com a qualidade de um dos líderes em reservas on line sem pagar mais por isso. Clique aqui!

2 Responses

  1. Katia

    Katia, esse tratado de Schengen começou faz pouco tempo? Nunca precisei em nenhuma das vezes em que fui a Europa. Meu marido também vai a trabalho sempre e nunca precisou, porem não fomos esse ano ainda. É algo recente?
    Seu blog é otimo, parabens!

    Responder
    • Katia Braga
      Katia Braga

      Olá Kátia, tudo bem?
      Obrigada, fico muito feliz por você ter gostado do blog!

      Desculpe pela demora em responder, mas o site estava fora do ar em manutenção.
      Não é recente não, mas já vi acontecer as duas situações em Paris. Uma vez pediram, ao meu marido, o certificado e em outra ocasião não pediram. Minha opinião é que deve ter em mãos junto com a passagem quando passar na imigração.
      Entretanto se seu passaporte for da UE, como o meu, você não é obrigada a fazer o seguro. Eu só faço por uma questão de segurança em qualquer evento.

      Bjsss

      Responder

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.